Prefeitura de Curitiba inicia implantação de estacionamento exclusivo para motofrete

Desconheço iniciativa igual a essa por parte da prefeitura de São Paulo, também não posso dizer se houve alguma proposta das entidades que representam o setor nesse sentido. Mas que iria incentivar a regulamentação dos motofretistas iria. Os números de Curitiba também impressionam.

Acompanhem a reportagem.


Fabricio Moreira Gomiero


"A Urbs, Urbanização de Curitiba S/A iniciou nesta semana a implantação de vagas de estacionamento exclusivas para motofrete. As primeiras novas vagas vão ficar em 45 endereços da região central da cidade e somente poderão ser utilizadas pelos profissionais que já trabalham com motos com placa vermelha, cor indicativa de atividade comercial. A placa vermelha só é fornecida pelo Detran-PR para profissionais autorizados pela Urbs de acordo com o que prevêem leis municipal e federal que regulamentam a atividade.Os motofretistas já encontram 50 vagas exclusivas em três endereços.........Até aqui, Curitiba tem cerca de 300 motofretistas com a nova placa e que portanto têm direito ao uso das vagas específicas, e outros mil já autorizados pela Urbs a solicitar a troca da placa ao Detran. No total, cerca de 3.000 motofretistas já se cadastraram junto à Urbs, primeiro passo do processo de regularização que permitirá solicitar a substituição da placa. Até o fim de junho, será iniciada a fiscalização destas vagas para garantir que elas sejam usadas apenas por motofretistas com que trabalham com moto com placa vermelha.Para se adequar à legislação o motofretista precisa se credenciar junto à Urbs, Urbanização de Curitiba S/A, fazer o curso obrigatório oferecido pelo Serviço Social e de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT) para então obter a autorização da Urbs para a troca da placa junto ao Detran.Motofretistas que trabalhem sem a placa vermelha e sem a documentação específica fornecida pela Urbs, o que inclui comprovação de vistoria do veículo e uso de acessórios padronizados, está sujeito a multa e penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro.A documentação é exigência da lei municipal 11.738/06 e do decreto 742/08, que regulamenta a prestação de serviço de motofrete no município. O cadastramento de motofretistas foi iniciado pela Urbs em abril de 2009 com atendimento em horário comercial, nas salas 54 e 55 no 1º andar do bloco estadual da Estação Rodoviária de Curitiba, na avenida Affonso Camargo, 330, bairro Jardim Botânico.A ficha de cadastro está disponível também no site da Urbs e pode ser impressa e preenchida antecipadamente agilizando o atendimento. O texto completo da lei e do regulamento do serviço de motofrete também estão no site.


Fonte: URBS

Postagens mais visitadas deste blog