CET começa fiscalizar motos na Marginal em SP

A proibição de circulação de motos na pista expressa da Marginal Tietê, em São Paulo, começou para valer. A fiscalização, feita por CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e CPTran (Comando de Policiamento de Trânsito), que começou a vigorar em caráter educativo no último dia 2 de agosto, teve início, em definitivo, nesta segunda-feira (16).

Fiscalização - Na fiscalização, 42 agentes de trânsito da CET e 23 policiais militares do CPTran, divididos em três turnos, estarão posicionados diariamente em pontos estratégicos e nos principais acessos das pistas central para a expressa da Marginal Tietê para flagrar os motociclistas que desrespeitarem a nova regulamentação. Transitar em local e horário não permitidos pela regulamentação é uma infração média, com perda de 4 pontos na carteira e multa de R$ 85,12.

De acordo com a CET, a medida faz parte de uma série de ações que têm como objetivo reduzir o número de acidentes e de mortes no mais importante corredor de tráfego da cidade de São Paulo. Principal via da cidade, com 23,5 quilômetros de extensão em cada sentido, e a que concentra o maior volume de veículos, com 1,2 milhão de viagens por dia, a Marginal Tietê recebe, diariamente, 350 mil veículos - sendo 70 mil caminhões e 36 mil motos.

Segundo a CET, ao analisar o perfil dos acidentes na Marginal Tietê, percebe-se que as motocicletas, apesar de serem apenas 13% do total de veículos que circulam, estão envolvidas em mais da metade dos acidentes fatais. Das 50 mortes causadas por acidentes na via em 2009, 26 eram de motociclistas. Naquele ano, foram 31 acidentes com motos, dos quais 15 na pista expressa. Em 2008, foram 58 mortes em acidentes, dos quais 29 motociclistas, sendo que dos 27 acidentes com motos, 9 ocorreram na pista expressa.

Fonte: Canal do Transporte

Postagens mais visitadas deste blog

Motoqueiros investem em criatividade para se proteger do Sol